3 conselhos importantes para gestão do Instagram em 2019

Devo ou não usar as hashtags nos meus posts? A que tipo de conteúdo devo dar mais prioridade: aos posts de imagens ou aos de vídeos? Devo ou não usar emojis em cada post que publico ou devo usá-los apenas em alguns?

As respostas a muitas destas dúvidas pertinentes foram dadas num estudo recente publicado pela equipa da empresa de social analytics, a Quintly. Eles analisaram cerca de 9 milhões de posts, publicados entre de 1 de janeiro e 30 de setembro de 2018 e publicaram alguns insights interessantes. Se preferires, podes ler o estudo completo aqui.

Eu apresento apenas o sumo espremido em forma das principais conclusões retiradas, para completar o artigo sobre as tendências do instagram em 2019. Estás preparado? Vamos a isso!

Sumário

Vídeo é o melhor formato no que toca a gerar mais engagement

Este facto não é novidade. A equipa da Quintly concluiu que, em termos de interações, o vídeo funciona melhor. Já ouviste isso muitas vezes, eu sei. Mas será que já tiveste a oportunidade de sustentar o rumor com os dados?

A Quintly diz que os posts de vídeo permitem obter mais 18.6% de engagement do que o carrossel do Instagram e mais 21,2% do que os posts com fotos.

o video demonstra mais interações por post no instagram
Interações por tipo de post no instagram

Como interpretar?

Quer dizer que é necessário publicar mais vídeos do que fotos, é isso? Não necessariamente. Não há garantias que os vídeos funcionem melhor no teu caso em particular. Tem a ver com o produto/serviço e o público-alvo ao qual te direcionas. Mas é uma boa ideia testar o formato e comparar as métricas de engagement dos outros formatos.

Hoje em dia, apenas 16,7% dos utilizadores de Instagram publicam vídeos. É o momento perfeito para começares a experimentar com vídeos curtos e cativantes. Posso acrescentar que vale sempre a pena planear as filmagens dos vídeos para melhores resultados de engagement.

Usar os emojis relevantes

É difícil evitar usar os smileys, thumbs nas mensagens privadas do WhatsApp, Messenger ou mesmo até nos e-mails hoje em dia. As marcas e os bloggers têm usado cada vez mais essas pequenas emoções digitais no Instagram. Mas qual é a outra cara da moeda? Será que os emojis trazem algum valor acrescentado ao criador do conteúdo?

O estudo diz que existe de facto uma correlação entre o uso dos emojis nos posts e as métricas de interações com os mesmos:

Interações com os posts que contêm emojis no Instagram

Como interpretar?

Conforme o gráfico acima, usar 1 a 3 smilies na descrição pode trazer um efeito positivo ao engagement.

Parece que os emojis podem servir para algo mais do que simplesmente transmitir emoções. Eles ajudam a dar a uma marca um toque mais pessoal, o que aumenta a empatia dos subscritores. As pessoas usam emojis para comunicar na sua vida diária, portanto, porque não usar algo familiar nos posts? Isto pode ajudar a empresa a retirar algumas barreiras e a simplificar a comunicação com os seus subscritores. A marca torna-se mais próxima e mais acessível.

Se a tua empresa nunca usou emojis começa por testar numa em cada 3 publicações para chamar a atenção. Compara as métricas de interação. Se correu bem, aumenta o número de publicações com os emojis. No entanto, não te emociones: um emoji por cada palavra na descrição pode tornar-se irritante.

Publicar conteúdo aos fins de semana

Ao criar um post plan é necessário ter em conta o tempo de publicação. Sabes isso, não sabes? Boa! Mas há cada vez mais marcas no Instagram e mais posts publicados por marca. A competição pela atenção do subscritor está a ficar cada vez mais forte.

No entanto, há poucas empresas que comuniquem com os subscritores aos fins de semana.

Interações com os posts no Instagram nos dias úteis e nos fins de semana.
Interações com os posts no Instagram nos dias úteis e nos fins de semana.

Como interpretar?

O estudo demonstrou que 76,13% dos posts no Instagram são publicados entre a segunda e a sexta-feira. Isso significa que apenas cerca de 24% dos conteúdos são publicados aos finais de semana. Mais ainda, as interações dos utilizadores de Instagram por post no fim de semana é 22,3% mais alto do que durante a semana.

Ou seja, podes programar as publicações também aos finais de semana, de modo a ser visto pelo teu público-alvo. Desta forma, tens possibilidade de enfrentar menos concorrência na timeline algorítmica do Instagram.

Conclusão

O estudo Quintly foi baseado num conjunto de dados dos 9 milhões de posts analisados. Contudo, isto não quer dizer que seja um remédio infalível e que consigas chegar os mesmos resultados copiando os conselhos.

Proponho veres este estudo como uma fonte de inspiração para completar a tua estratégia de social media e para encontrares novas abordagens e novas hipóteses para testares, de modo a te destacares da concorrência.

O artigo foi útil? Partilha com os colegas e amigos👍

Comentários